domingo, 28 de fevereiro de 2010

Perguntei à lua



Perguntei à lua por ti..
E ela disse-me:
"Não sei... não vi"!

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Talvez



Há situações que,
por mais que queiramos que assim não seja,
são "becos sem saída"!
O que responder? O que dizer?
Seria tão mais fácil se pudéssemos enviar por e-mail os nossos pensamentos..
ou.. melhor:
digitalizar, e.. SEND! Sem termos que ser nós próprios, antes a decifrar o que pensámos/sentimos!
Talvez assim nos entendessem melhor.. porque..
Talvez houvesse quem nos entendesse melhor do que nós próprios nos entendemos..
Talvez eu apenas tenha dificuldade em me expressar..
Talvez apenas as pessoas não me queiram entender..
Talvez não falemos a mesma linguagem..
Talvez não consigamos ver a mesma coisa quando olhamos no mesmo sentido..
Talvez..

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Olá



Onde andas... amigo?
Estás tão distante!
Sinto a tua falta!
Não podes dizer apenas OLÁ,
para que eu saiba
que está tudo bem contigo?
Aguardo!

Receio


O passado persegue-me!
Soube agora que um colega,
com o qual já trabalhei no passado,
vem trabalhar novamente para aqui, comigo!
Tenho algum receio, confesso!
Eu sei que já passou muito tempo..
Eu sei que hoje, somos pessoas diferentes!
Mas o passado pode perdoar, mas não esquece!
E aquilo que recordo não é bom,
Rivalidade..
Ganância..
Fins a justificar os meios..
Enfim..
Desejo, que os anos que passaram,
possam ter limado as arestas mais agrestes,
e tudo possa ficar bem!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Raizes


Hoje.. assim por acaso..
encontrei-me com as minhas raizes..
percorri caminhos antigos
e, senti saudades!
Olhei para trás..
lembrei-me do que era importante,
em cada época da minha vida,
e, senti saudades!
revi amigos, colegas de escola e de faculdade..
chorei com a chuva e sorri com o sol.. relebrando!
"babei" com a lembrança dos gostos e cheiros..
açaí, murucí, bacurí.. sorvete!!
ouvi o grito dos pássaros.., voando livres..
desfilei na rua no dia 7 de Setembro, dia da Pátria!!
ri despreocupadamente olhando a Baía do Guarujá..
enquanto comia um Sonho de Valsa..
rezei no Círio de Nazaré.., minha mãe Maria..
comprei artesanato na Av. Presidente Vargas..
passeei na minha Praça da República..
comi churrasco na Tucuruví e voltei ao Museu Emílio Goeldi..
lembrei-me do Kali e da Xuxu..
e, senti saudades!
Terra linda! Terra das Mangueiras! Terra minha!
Terra do carimbó...
Quando puder vou te visitar,
e, relembrar..
e, sentir saudades!

AMIzade


Amizade é uma palavra abrangente
que cada um utiliza como entende,
esticando-a às vezes até ao limite do seu significado..
ou mesmo extrapolando o seu sentido,
perdendo-se a meu ver as características que a fazem tão importante e única!
Embora cada um tenha o direito de a viver
à sua maneira e, porque não?
Se até as leis são interpretadas ao bel-prazel de cada um!!:)
E, viver em sociedade não é pera doce, afinal..
Não posso, como é óbvio, definir genericamente a palavra
Mas tenho o direito de a sentir e interpretar à minha maneira:
Para mim, AMIZade é estar perto, muito perto..
mesmo estando longe...
é participar de forma cúmplice, confiando plenamente!
Não tem nada a ver com laços de sangue ou de outra natureza qualquer, imposta!
Não é necessário conhecer alguém desde a infância,
nem ter vivenciado alegrias ou tristezas em companhia,
É um elo que surge espontâneamente,
por acaso.. sem motivo ou explicação aparente!
Mas é uma relação baseada na confiança mútua..
em que o conhecimento profundo da outra pessoa está patente e latente;
Eu sei como é o meu amigo/a e ele/a sabe como eu sou..
e, mesmo que não estejamos de acordo em tudo.. respeitamo-nos!
Queremo-nos bem!
Compartilhamos tudo: o que é bom e o que é mau!
No espacinho da amizade não há lugar para a intriga,
para a mentira, para a falsidade ou para representações gratuitas,
onde a máscara é parte integrante da comédia del arte!
E é a esse sentimento que eu chamo AMIzade!
Pode ser a base para outros sentimentos?
Pode e deve ser!
Mas, amizade não é amor! Não é, não!
Há uma faceta no amor, que não existe na amizade e,
ainda bem que não existe!
É, a meu ver esse o motivo que faz com que a amizade sobreviva
a muitos amores!
Essa distinção é por demais importante,
para que possamos manter a nossa sanidade mental,
integridade física e moral,
e, conseguir viver em sociedade, respeitando e
ambicionando o respeito alheio!

Há um provérbio popular que diz:
"A Amizade multiplica as alegrias e divide as tristezas",
sábio.., como a maioria dos ditados populares!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Terra dos Sonhos



Por onde andei eu durante estes meses?
E, longos meses.. diga-se de passagem..
Parece que acordo agora de uma longa jornada...
onde visitei outros mundos.., outros sentires..
vi outras realidades..
mas não interagi com o que vi..
nem sequer tentei, afinal ..
No entanto,ao que julgo saber, também essa possibilidade
me estava vedada!
Há sensibilidades em nós que não sabemos existirem..
até ao momento em que são despertadas por algo..
que foge ao nosso universo rotineiro,
ao nosso conhecimento empírico..
onde somos e nos mexemos, onde vivemos e existimos!
Foi especial chegar à Terra dos Sonhos.., confesso!
Desbravar a neblina cerrada e ficar cara-a-cara,
com um sonho meu, tão sonhado..
Algo que do nada surgiu e existiu.. e, se fez presente!
No entanto..
Nada é perfeito.. e, eterno.. até mesmo na Terra dos Sonhos..
e, um belo dia...
um tom discordante soou, forte, imperioso.. ruidoso!
alterando o acorde e mudando por completo a melodia!
Tentei ainda assim..
pegar naquele instante-tempo e salvá-lo.. da agonia!
transportando-o para a realidade!
Mas... eu não sabia!
Isso não é possível..
O que existe na Terra dos Sonhos.., só existe lá..
Quando transportado para outros mundos.. outras realidades..
morre.. definha.., dilui-se no meio da neblina..
deixa de ser.., de fazer sentido!
E.. assim.. da mesma forma como lá cheguei,
àquela Terra dos Sonhos.. sem que desse conta..
também de lá saí..
não sem umas arranhadelas que doeram um pouquinho.., tenho de admitir..
afinal.. não é todos os dias que temos a hipótese,
de penetrar nos nossos sonhos e olhá-los de frente!
Mas.., o que é um facto.. é que também de lá saí!
e que tal como num sonho corriqueiro..
há coisas das quais me lembro e, outras não!

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Tudo bem!


Há quem goste do risco, do proibido, do ilícito, do escondido e até do macabro,
Quem goste de arriscar, testar os seus limites, escapar por um triz,
viver na corda bamba, no limbo.., na terra da fantasia, no monte dos vendavais!
Há gostos para tudo!
Eu, pelo contrário, sinto-me bem é na paz!
Na calma dos dias,
em que cada segundo tem a sua importância certa; nem mais, nem menos!
Sem aflições nem desesperos;
No embalo das ondas,
onde o seu sussurar, trazido pelo vento,
me faz companhia.
Onde as gotas de chuva brincando d'encontro às vidraças da janela,
me trazem lembranças quentinhas,
de outros tempos, outras vidas,
tão aconchegantes e suaves e,
sobretudo tão marcantes...
que, por mais que hoje o frio se queira instalar,
e que a tempestade demonstre a sua fúria, ameaçando-me,
querendo assustar-me..
aquela chama pequenina, que teima em permanecer acesa
e, que eu, admito, muitas vezes quase... esqueço..
nos momentos certos, eleva-se, crepita, solta fagulhas..
acorda-me, ilumina a minha vida,
confirmando novamente, o que lá no fundo eu nunca deixo de saber:
Que está tudo bem!
Que eu sou e continuarei sempre a ser EU!

Alegria inesperada


Há momentos como o de agora,
em que, inesperadamente e até um pouco..
contrariamente ao que seria normal, face às circuntâncias,
nos sentimos alegres!
Derrepente.. dei por mim a sorrir..
Notei que, sem dar conta, me sentia relaxada e bem disposta.
Que bom!

Fazer sentido!


Mentes teimosas como a minha,
deveríam ser desligadas da corrente..,
adormecidas com xanax..
ou.. hipnotizadas para serem obrigadas,
a seguir a multidão, em fila indiana,
sem apelo nem agravo e sem permissão para olhar p'ro lado!
Mas ela (esta minha mente casmurra), insiste em dizer-me:
"Não te rales, eu conduzo"!
"Não mudes de direcção, porque o caminho é esse"!
"Não violentes o teu sentir"!
"Não desistas de sonhar e nem de acreditar", porque..
"Há mais mentes teimosas como a tua"!
"Há mais estradas a cruzarem aquela por onde segues"
"Há mais sonhadores no mundo, que, tal como tu, também não vão desistir"..
... que tal como tu, também seguem acreditando,
que o impossível não existe e que a espera vai valer a pena!
"Um dia o puzzle vai estar completo,
E, nesse dia, tudo vai fazer sentido
!"

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Amar ou ser Amado ?

A pergunta tem circulado por aí.. e tenho pensado nela...
Antes demais..
Será que faz sentido que seja feita?.. a pergunta..
Eu julgo que sim porque,
Amar e ser Amado, em simultâneo.. é possível..
não digo que não..
mas soa a efémero, momentâneo,
não persiste, nem resiste,
na dimensão em que somos!

Logo, é pertinente, a pergunta!

Agora..
"Amar" ou "Ser Amado"?

Amar
É bom! Pelo menos, todos o dizem,
desde os poetas aos seres mais anónimos..
é um estado d'alma em que,
parece que tudo à nossa volta tem mais cor,
mais calor... ,
Sentimo-nos mais vivos.. há à nossa volta mais harmonia..
Mas, pelo mesmo motivo.. também mais sonho, mais fantasia!
E, curiosamente.. Dor!!
Amar.. dói..
Deixa-nos vulneráveis.. sensíveis..
Vítimas... quase!
Dependentes de um sorriso.., de uma palavra..
de um olhar..
perdemos o auto-controlo,
a faculdade de raciocinar com clareza..
É um "estado" estranho..
em que chegamos a desconhecermo-nos,
quando, sem motivo aparente..
agimos de forma diferente do que seria normal em nós!
Oh.. quer dizer..
Acho que estou, racionalmente,
a tentar descrever um sentimento que,
por norma, diz quem conhece, não pode ser analisado, nem dissecado..
Pelo menos..
à luz da razão, isto porque, não se rege por meandros de senso!!
E.. além do mais..
Quem sou eu para o fazer?
Eu, que não tenho sequer a certeza de o já ter sentido alguma vez!!

Ser Amado
É muito bom...
Aqui.. julgo já ter sentido o que era ser amada..
Também não durou "para sempre..", como nos contos de fadas..
porque, afinal, também nada dura para sempre.. nem nós!!
Mas é uma óptima sensação!
Eleva-nos a auto-estima..
Faz-nos mais felizes.. o facto de sermos importantes
para alguém.. torna-nos vaidosos, no bom sentido da palavra..
faz-nos acreditar que fazemos parte do mundo,
que somos, que existimos, que temos uma vida,
Em suma.. que vivemos!!

Por tudo o que escrevi.. e, se pudesse escolher..
preferia voltar a ser amada!
Até porque ao sermos amados, temos logo vontade
de retribuir esse sentimento tão forte e,
quem sabe..
Por acaso ou coincidência..
não se viesse a dar o caso, raro, mas não impossível..
de virmos a amar quem nos amasse!!? :)

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Horas de Clarividência


Há concerteza uma explicação científica:
a mistura dos suplementos vitamínicos com outros nutrientes
absorvidos nos alimentos que ingerimos nesse dia?
A maior oxigenação do cérebro,
em contra-ponto a um menor número de toxinas?
A explicação exacta não sei..
mas há horas em que, sem nos apercebermos do facto,
transpomos a barreira do conhecimento,
passamos para além da Trapobana,
e penetramos n'outros mundos..
onde não há mistérios..
onde tudo faz sentido..
e, onde eu gostaria de viver!

Uno: indizível e indivisível



Todos nós, um pouco sem pensarmos muito profundamente no assunto,
aceitamos os versos de amor de Camões como o supra-sumo da eloquência e
da verdade acabada e perfeita.
Mas, há descobertas que vamos fazendo..
e eu,insignificante pessoa no meio de milhões,
sem veia poética que se conheça,
fiz uma descoberta maior do que a do poeta.
Descobri que o amor não está em nós, mas no outro
e, que quando amamos e, ao que parece ainda estou a descobrir o que isso é
não há limites estabelecidos entre os dois que se amam
É um bater de coração único
É um pensamento só
É o mesmo penar e o mesmo sofrer
Não "é ter com quem nos mata, lealdade"
Porque quando ferimos o outro, prolongamento de nós próprios,
somos nós que sentimos a dor..

E porque a dor é a mesma e, porque os dois somos UM,
torna-se impossível saber onde começas tu e termino eu!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Mais..




Às vezes tenho dificuldade em reconhecer que a vida é a sério..
que não é um teste qualquer que se pode repetir se não correr bem à primeira..
Chego mesmo a ter receio de a levar muito a sério..
e, derrepente ouvir uma gargalhada qualquer
a dizer: "Estava a brincar.. é claro! Mas.. tu sabias.., não? Não acredito que
pensavas que era a sério..!"
Embora brincar deva ser uma actividade a repetir amiúde durante toda a vida..
Há sentimentos que têm forçosamente que estar acima
Que têm que ser mais.. do que qualquer pedaço de vida mortal!

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Limite..


No limite do riso..
No limite da dor..
No limite da tristeza..
No limite da vida..
No limite do prazer..

No limite do sentir..
uma membrana.. ressoa.. vibra..
e a lágrima.. surge!!

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Very Special



Não é uma estrelinha rara,
pelo simples motivo de que já foi descoberta
por muitas pessoas antes de mim;
Mas não deixa de ser especial por isso..
nem tão pouco de ser uma estrelinha..
Faz-me sentir especial e, provavelmente..
consegue fazer com que
muitas outras pessoas se sintam especiais!!
Tem um dom!

Gosto de ti.. "pessoa especial"!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Bulício




Posso queixar-me de falta de movimento na minha vida amorosa,
mas, ao mesmo tempo penso em quem tem movimento a mais..
e, não sei qual prefiro!
Imagino quantas memórias, quantos rostos.. quantas cenas..
quanta balburdia na mente.. e no coração!
deve ser desesperante! Para mim, seria!:)

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Será?.... hummm!



Na verdade eu raramente me surpreendo!
E, quando me conseguem surpreender..
fico.., verdadeiramente.. impressionada!
Será que encontrei algo de especial??????
Uma estrelinha.. escondida no meio das flores??!!
Hummmm... será? :)

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!