terça-feira, 30 de março de 2010

Esta noite..


Esta noite arfamos nos braços um do outro..
Foi sonho? Foi realidade?
Não sei.. não me lembro..
Mas ainda te sinto em mim e,
ainda.. fico perdida só de pensar!

domingo, 28 de março de 2010

Tarda-me a Primavera




Que felizes que estão os passarinhos com a chegada da Primavera!
Não é necessário entendermos o que dizem para sabermos que estão felizes!
Gostaria de estar feliz como eles.. mas,
ainda não...
a Primavera tarda-me..

sábado, 27 de março de 2010

Juntos ao Luar


Hoje fui ao cinema..
Já não ía ao cinema há tantos anos..
Pedi na bilheteira o filme que comecasse a seguir..
Disseram-me que o próximo seria "Juntos ao Luar".
Comprei o bilhete. Soava-me a "água com açúcar" mas..
não podia "perder" muito tempo..
Com a disposição com que ando..
Pensei.. "preferia algo de gansgsters ou guerras" mas.. lá fui..
Engraçado.. porque não sabia nada sobre o filme..
e, descobri que era baseado num dos muitos bestsellers de Nicholas Sparks
de quem eu li apenas um único livro.. "acho-os românticos demais para o meu gosto.."
No entanto.. devo confessar que gostei;
Embora.. ou talvez porque em cada pedaço de filme
eu tenha encontrado também um pedaço de mim..
mas isso não é do filme.. é da vida! Acontece-me muito!
Um nozinho na garganta..
e uma lágrima teimosa desceu pelo meu rosto!
... registando o momento de cumplicidade!

sexta-feira, 26 de março de 2010

Disforme


Quero fugir.. de mim própria, sobretudo!
Não quero sentir...
Não quero que os meus pensamentos
ganhem forma nem consistência.
Quero-os disformes..

quinta-feira, 25 de março de 2010

Sem...


Não vou sucumbir à tristeza.. ouviste?
Posso bem passar sem ti..
Sem o teu carinho.. sem o teu amor..
sem até a tua amizade.. ouviste bem?
sem as tuas palavras doces..
sem os teus e-mails..
sem as tuas brincadeiras..
sem a tua sã loucura..
sem as tuas promessas de beijos..
sem os teus cafés...
sem a tua companhia.. ainda que virtual..
Pensas que não?
Vais ver!!

Gelada



Porque é que sempre que o sol nasce para mim..
a neve vem logo de seguida e gela tudo!?

quarta-feira, 24 de março de 2010

Quero Voar


Também quero voar..
Libertar-me das amarras que me prendem ao solo árido,
Quero procurar verdes prados,
lagos azuis transparentes,
deixar-me transportar pelo vento..
sentir os raios do sol no meu corpo,
e.. sorrir de olhos fechados,
aspirando as fragrâncias das flores
... deixando que a energia se apodere de mim ...
e me complete!

terça-feira, 23 de março de 2010

Estátua de Sal



A Primavera está aí.. o sol também..
A chuva deixou de gotejar lágrimas pela vidraça..
É tempo de olhar em frente,
arregaçar as mangas..
cumprir os objectivos traçados
e caminhar sem olhar para trás..
para não correr riscos de virar uma "estátua de sal".

domingo, 21 de março de 2010

Incompreensível


Se sou responsável pelas minhas decisões...
e decido!
Então, porquê esta tristeza..

Sofrimento vão!



No sonho...
A cumplicidade extrema traz prenúncios de vida,
onde ventos vorazes libertam os medos e levam as mentiras cimentadas para longe.
Mas..
Há dor...
Há teimosia nas nossas atitudes..
Há raiva no meio da doçura tão sonhada!
Há trémulos sentimentos escondidos, guardados a sete chaves..,
cansados de se expor ao vazio.. à tormenta!
E no entanto..
Quem dentro de mim, ousa acreditar, à revelia da razão e do pensamento concreto?
e volta sempre ao mesmo sítio onde a dor impera..
Para quê?
para voltar a ouvir as palavras que magoam como espadas afiadas a cortar sedas finas..?
para aceder a mais dados que ajudam a completar o puzzle já completo?
Sofrimento vão!

segunda-feira, 15 de março de 2010

Presos por um fino fio



Parecia tudo bem e, derrepente..
as fragilidades vieram à tona!
Encarei.., com olhos de ver...
O tempo passou mesmo!
Os rostos próximos que me habituei a ver,
já não são os mesmos...
a firmeza, às vezes agressiva, também não!
As mentes perderam memória e senso;
Há desequilíbrios notórios.., no corpo e na alma!
E.. no meio disto tudo..
há muitas perguntas que, forçosamente,
terei de fazer..
há muitas situações em que terei de pensar..
de resolver..
estarei à altura dos acontecimentos?
Que Deus me ajude!

quinta-feira, 11 de março de 2010

2012


(Pintura surrealista de Vladimir Kush)

Dizem que o fim está próximo..
E eu, indiferente a tudo, continuo a escrever como se nada fosse;
continuo a pensar no amanhã e nas tarefas que me esperam;
continuo a sonhar com o futuro.. e, faço planos!
É que..
Não nos podemos esquecer,vem de trás o conhecimento,
que morte não significa fim, mas sim renascimento!
Tal como a semente morre na terra e lá permanece adormecida até brotar,
há-de chegar o dia em que acordaremos,
renasceremos do útero da terra-mãe e seremos novamente nós!
E se nós somos assim, e a Terra também o tem sido,
porque,
Há morte a cada Inverno que se finda mas aparece sempre uma Primavera renascida..
Também o nosso Planeta um dia, adormecerá por mais tempo,
do que o normal período de uma estação,
demorará certamente o tempo certo (uma gestação),
para se auto-regenerar, renascendo das cinzas,
e, certamente que,
noutro tempo, noutro lugar, noutra dimensão..
o coração da Terra voltará a pulsar e o nosso também!

Comoção em Palavras



Há momentos em que me surpreendo com as minhas próprias reacções..
Ao ver acontecerem catástrofes terríveis, por exemplo..
depende..
Ultimamente.. fico triste, penso nas vítimas e nos seus famíliares, rezo,
mas.. curiosamente não me comovo!
A última comoção que "faça sentido" de que me recordo,
deu-se quando assistia a uma reportagem sobre a Serra Leoa:
foi forte.. deitou-me realmente abaixo..
não conseguia falar.. apenas chorava!
Tenho a certeza de que essas imagens permanecerão comigo para todo o sempre!
Mas.. recentemente .. não!
A imagem deixou de ter tanta importância como tinha até aqui..
A palavra ganhou espaço em mim..
Sinto que há palavras que mergulham fundo e sabe-se lá como, atingem pontos em que a sensibilidade está para além do toque..
e o mais estranho é que não são os temas que me sensibilizam mas uma conjugação especial de palavras..
seja em relação a assuntos do meu interesse ou não..
A sensação que tenho é que..
existe actualmente uma amálgama de palavras que agregadas da forma certa
atingem o meu âmago, me comovem e ao mesmo tempo me deleitam!
Transforma-se mesmo em algo físico!
Às vezes doloroso!
Soa como um sino, uma palavra mágica, uma senha,
um "abracadabra" especial.., só meu!
ou, talvez..
a descoberta de algo que está para além de mim,
que não é consciente...
que apanha de surpresa até o meu próprio cérebro..

segunda-feira, 8 de março de 2010

Dia Internacional da Mulher


Valeria a pena haver dia da mulher,
se algo se passasse nesse dia,
que ajudasse realmente as mulheres,
que ainda não têm dia!

domingo, 7 de março de 2010

De.. Profundis Valsa-lenta



Dias desinspirados,
dias soturnos,
calados.. porém profundos,
banais.. mas, viscerais!
Dias de Inverno em que hiberno os pensamentos,
sem lamentos ou suspiros;
Dias tementes, confidentes.. mas conscientes!
Dias pequenos!
Dias pacatos!
Dias sem alma.. repletos... de calma!
Vazios de encanto.. mas sem pranto!
Dias nublados..
"Nublados" é a palavra certa para caracterizar "estes dias"!

terça-feira, 2 de março de 2010

Oh que dias tão felizes!!


Onde estão os dias calmos?
Perderam-se lá'trás no tempo..
Dias de sonos tranquilos,
embalados pelo gorjeio atarefado dos pássaros,
dias monótonos, mas fervilhantes de ideias...
Dias bonitos, dias chuvosos, mas sempre dias de bicicleta!
dias de fruta, directamente das árvores., figos, ameixas, cerejas..
dias de vindima e barrigada de uvas :)
dias de leituras.. esparramadas ao sol..
"Olha o'chapeu!!! Não te esqueças do chapéu!!"
dias de rio..., dias de primos.
dias de clube.., à descoberta dos mistérios do mundo..
dias doces: compotas, geléias, pão-de-ló..
dias de Império.. (pastelaria), co'as tortas, cornucópias e palmiers..
dias de segunda-feira: "olh'á feira, olh'o mercado!!"
"não te esqueças do recado!!"
leva os queijos para a avó, mais as petingas vivinhas,
pão de milho e de centeio..
"o volksinho tá à espera!!.. com a sua setinha esticada.. vamos virar!!!" :)
dias de missa... "com sapatos de cortiça..!" :)
dias de festa e quermesse.., Santa Apolónia..
"Corre lá para fora.. o padeiro já lá vem"!
"Olha Nica.. o peixeiro já lá vai.. mas, deixou uma faneca pra ti..!"
dias de terço na Capela..
"busca os ovos às galinhas.."
"vai ver.. nasceu um coelho!!"
"queres ir à fonte comigo?"
a mula já anda a tirar água.., às voltas.. às voltas..
os alcatruzes vão vazios e sobem a transbordar..
"é preciso encher o tanque.. a Ti Carolina vem cá hoje tratar da roupa.."!
é preciso regar... "oh vô.. a água já chegou.., podes cortar"!!
"avô................... posso ir contigo na carroça?"
dias brilhantes de sol..
dias tiritantes de frio..
noites de festa..
noites mal iluminadas, com a candeia de azeite..
ou candeeiros de petróleo..
noites mágicas!
noites estreladas que assustam, por tão gigantesca beleza..
noites de pios das aves nocturnas..
noites de lagar à espera do azeite..
noites quentinhas.. crepitantes à lareira..
noites de luar....
noites pra sonhar.., com o futuro que há-de vir..

segunda-feira, 1 de março de 2010

Esperando Godot



O mais acertado é..
não ouvir nada..
não pensar em nada..
não desejar nada..
não esperar por nada..
Pairar apenas.., no vazio..
como uma folha que se desprendeu da sua árvore,
e ziguezagueia ao sabor do vento;
E esperar que o tempo passe,
per si.. sem acelerações, nem sobressaltos.
Esperar que a chuva deixe de fustigar a vidraça..
Esperar que o vento se cale e nos deixe dormir!
Esperar que o mar se acalme e o nosso coração também!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!