quinta-feira, 11 de março de 2010

Comoção em Palavras



Há momentos em que me surpreendo com as minhas próprias reacções..
Ao ver acontecerem catástrofes terríveis, por exemplo..
depende..
Ultimamente.. fico triste, penso nas vítimas e nos seus famíliares, rezo,
mas.. curiosamente não me comovo!
A última comoção que "faça sentido" de que me recordo,
deu-se quando assistia a uma reportagem sobre a Serra Leoa:
foi forte.. deitou-me realmente abaixo..
não conseguia falar.. apenas chorava!
Tenho a certeza de que essas imagens permanecerão comigo para todo o sempre!
Mas.. recentemente .. não!
A imagem deixou de ter tanta importância como tinha até aqui..
A palavra ganhou espaço em mim..
Sinto que há palavras que mergulham fundo e sabe-se lá como, atingem pontos em que a sensibilidade está para além do toque..
e o mais estranho é que não são os temas que me sensibilizam mas uma conjugação especial de palavras..
seja em relação a assuntos do meu interesse ou não..
A sensação que tenho é que..
existe actualmente uma amálgama de palavras que agregadas da forma certa
atingem o meu âmago, me comovem e ao mesmo tempo me deleitam!
Transforma-se mesmo em algo físico!
Às vezes doloroso!
Soa como um sino, uma palavra mágica, uma senha,
um "abracadabra" especial.., só meu!
ou, talvez..
a descoberta de algo que está para além de mim,
que não é consciente...
que apanha de surpresa até o meu próprio cérebro..

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!