sábado, 31 de julho de 2010

Pensando em conjunto



"Sempre a verdade.." , dizes tu..
"Mas qual verdade, se a verdade é apenas uma palavra..,
depende de muitos factores externos a nós..
depende do ângulo pelo qual se mira.."!
Eu sei tudo isso.. mas, que queres?
Elegi uma verdade minha e,
embora busque o sentido lacto do pensamento,
acabo sempre enredada
nas teias amorfas da tacanhez primária e obsessiva do dia-a-dia!

Tentação



Entre o delírio e a realidade,
Haverá algum fundo de verdade?

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Casualmente



Então é assim que acontece..
casualmente..
brevemente..
sem mente, sem coração..
como..
um afogar de mágoas num copo cheio d'álcool.
Num segundo de êxtase..,
atinge-se o vácuo, a terra de ninguém,
onde tudo é o que parece e nada deixa cicatrizes..
ou melhor.. talvez deixe para alguns..
mas, que importa isso, não é mesmo?
Em breve até os traços dos rostos desaparecerão no infinito..
Afinal há coisas mais importantes em que pensar..
E a vida continua,
E a busca compulsiva por novas sensações também!

domingo, 25 de julho de 2010

terça-feira, 20 de julho de 2010

Terrível ...



Há alturas em que parece que tudo corre mal..
Será que já entrei no "Inferno zodiacal" ?
:(

domingo, 18 de julho de 2010

Noutra Vida



Será que a nossa alma acordará novamente,
um dia...
n'outro tempo, n'outro espaço...
n'outra esfera de conhecimento...
n'outra vida!?
Mas, para quê, se perdeu a informação que podia fazer a diferença?!

Caminhada



Saio de casa e percorro o alcatrão quente - olhos baixos!
Mantenho a cadência dos passos, evitando sobrecargas cardíacas..
Pedaços de vidas reflectem-se à minha volta,
instantâneos em flash, que acendem e apagam, ficando para trás!
Nada conta agora para além do movimento sincopando dos pés,
caminhando a dois tempos.., marcando a estrada!
Aguenta-te tendão de Aquiles -- porque gemes?

Tempo


Traço a compasso no mapa,
os passos de quem me rodeia e já não consegue fazê-lo,
por seu próprio pé e cérebro;
"Desbarato" o tempo que tenho, à procura de soluções,
que minimizem os estragos que fazes ao passares pelas nossas vidas;
Ergo-me na tua frente... Suplico!!
Como fazer para parar os teus ponteiros torpes e certeiros,
que marcham sobre nós definhando-nos a todos,
sem compaixão!

sábado, 17 de julho de 2010

Ser e Saber



Fecho as pétalas ao imprevisto,
e volto à segurança,
do ser e do saber quem sou!

Serenamente


(Márcio Monteiro da Silva)

Serenamente retomo,
a minha vidinha pacata,
onde tudo está previsto e certo,
onde sei o que esperam de mim,
onde sei que faço falta e posso ajudar,
onde apesar dos pesares,
me esperam!
Apesar de eu pouco ou nada esperar!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Genes loucos



Mas onde é que a minha mente vai buscar tanta informação inexistente?
Faz filmes e mais filmes com coisas que são pura fantasia..
A realidade é palpável e clara.., pude-o comprovar ao vivo e a cores!!
Mas a minha mente casmurra não dá qualquer importância às evidências..
e inventa.. inventa..
ouve músicas encomendadas..
vê sinais de luzes..
arranja vizinhos fantasmas..
será que afinal eu tenho mesmo algum gene de loucura no meu ADN?
Só pode!

Verdade, acima de tudo!



Porvires complicados não são fáceis de superar..
Sei-o "de cadeira",
Mas ainda assim..
é sempre melhor enfrentar a verdade,
do que viver na ilusão e na mentira!

terça-feira, 13 de julho de 2010

Jardineiro descuidado



Como um jardineiro que se esquece
de retirar as ervas daninhas que tentam sufocar a planta,
Um coração sem ternura, sem alimento.., fenece,
sucumbindo à rotina do dia-a-dia
e, aos poucos..., esquece!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Tarde



Será que ainda será possível?
Será que há idade para sonhar?
Será que há espaços de nós, comuns a outras pessoas?
Será que há alguém que nos completa?
Será que ambicionamos demais?
...
Será que deixei o tempo passar e agora já é tarde?

sábado, 10 de julho de 2010



Talvez que a melhor solução..
seja..
partir.... a Clepsidra!
Ou seja..
Romper os laços que existem e, seguir o caminho das pedras!

Vai passar..



Vai passar..
Tem de passar!
Há tanta coisa para fazer..
Tantas vidas para viver..
Que se passa contigo?
Paraste no tempo?
Insadeceste?
Quem é que em sã consciência,
vendo antecipadamente os espinhos que o caminho tem,
e, achando-se "descalça", sem qualquer defesa..
insiste em por ali caminhar?

Vítima



Que fixação é esta.. meu Deus,que atormenta os meus dias!
Há tanto céu azul, reflectido no mar..
Porquê esta inquietação torpe,esta loucura insana,que não tem sentido!
Tantos corações rastejantes para trás ficaram,
sem que mais do que uma beliscadura em mim produzissem..
e agora...
Agora a vítima sou eu!

Calor ...



Hoje está um calor..
A Condessa precisa de se acalmar..
Janelas abertas
circulação de ar......
Imaginação a mais é o que é!!

domingo, 4 de julho de 2010

Divagações



Às vezes apetece-me confraternizar!
Há pessoas que admiro
e, como tal, parece-me natural a aproximação..
o conviver mais de perto..
Ás vezes, claro! Outras.., não!
Mas, nessas alturas, em que me apetece sair da toca,
a solidão já pesa como fardo,
ir à casa de amigos, sozinha..
deixa-nos numa posição de avezinha fora do ninho..
ou estamos na mira dos gaviões..
ou inspiramos a curiosidade dos tordos..
que se fixam nos fios dos telefones,
olhando-nos com a piedade de quem tem asas para voar
e olha para um tatú que não vê mais do que os centímetros de chão que o rodeiam!

Sobre a Solidão



Eu também lido bem com a minha "solidão"
Também não encaro o termo depreciativamente, como muitos
Estar só é estar connosco próprios,
é ter tempo para escutar os nossos pensamentos,
entendê-los.. interpretá-los!
É viajar através dos livros,
É ter noção do espaço que ocupamos no firmamento!
Mas quem está só há muito..
quando tenta dividir-se..
em pensamentos,
em afectos,
em interesses,
em sensações,
quando tenta mostrar algo de si a outrém..
tem alguma dificuldade..
a não ser que a outra pessoa também esteja habituada a decifrar enigmas..
senão.., complica! :)

Olhar



Esperavas que eu falasse.. e eu não falei!
Mas olhei..
Disse-te tudo com o olhar.., não notaste?

Open Heart



Às vezes, mais complicado do que ter um amor,
é ter um amigo..
daqueles em quem podemos confiar
as nossas inseguranças e incertezas
de coração aberto..
sem receio de sermos apunhalados a qualquer momento;
com quem a telepatia funcione,
já que às vezes...
estamos cansados demais para falar!

sábado, 3 de julho de 2010

Evidência ?



o mundo continua.., pelo menos por hora..
dando voltas e mais voltas..
e nós continuamos por cá..
sem sabermos muito bem para quê!!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!