domingo, 18 de julho de 2010

Caminhada



Saio de casa e percorro o alcatrão quente - olhos baixos!
Mantenho a cadência dos passos, evitando sobrecargas cardíacas..
Pedaços de vidas reflectem-se à minha volta,
instantâneos em flash, que acendem e apagam, ficando para trás!
Nada conta agora para além do movimento sincopando dos pés,
caminhando a dois tempos.., marcando a estrada!
Aguenta-te tendão de Aquiles -- porque gemes?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!