quarta-feira, 28 de julho de 2010

Casualmente



Então é assim que acontece..
casualmente..
brevemente..
sem mente, sem coração..
como..
um afogar de mágoas num copo cheio d'álcool.
Num segundo de êxtase..,
atinge-se o vácuo, a terra de ninguém,
onde tudo é o que parece e nada deixa cicatrizes..
ou melhor.. talvez deixe para alguns..
mas, que importa isso, não é mesmo?
Em breve até os traços dos rostos desaparecerão no infinito..
Afinal há coisas mais importantes em que pensar..
E a vida continua,
E a busca compulsiva por novas sensações também!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!