domingo, 24 de outubro de 2010


De repente..
Senti uma tristeza tão grande..
Uma quebra de forças..
Como é que posso continuar a sorrir para a vida,
Senão acredito nela?!
Vejo tudo tão complicado à minha frente..
Onde posso alimentar as minhas forças?
Onde é que pairam os milagres,
as palavras mágicas..
os anjos da guarda..
a sorte ambicionada..
a protecção divina???
Nada disto existe, não é?
E então as missões?
Qual é a minha?
Não encontro respostas..
Não encontro saídas..
Não sei o que fazer..
Atarantada prossigo..
Às apalpadelas, no escuro,
Sem nada ver, nem um lampejo, por minúsculo que seja,
ao fundo do meu túnel!!
Pois é.., que estupidez.. mas, acontece..
Há momentos em que não há nada a fazer..
Só encontramos um enorme vazio dentro de nós..
E, então..
A lágrima cai sozinha..
O soluço vem..
E o melhor é deixar que fluam..

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!