sexta-feira, 22 de outubro de 2010

In Nomine


Em nome da Liberdade,
quantas mães abandonaram os seus maridos e filhos,
Em nome da liberdade,
quantas pessoas foram mortas e torturadas,
Em nome da Liberdade,
quantos filhos deixaram morrer os pais à fome e à indignidade!
Poupem-me!!
Liberdade sem amor.., não passa de egoísmo doentio!
Quando lutamos por causas,
Quando nos juntamos ao grupo,
Quando empunhamos bandeiras e gritamos..
São actos de amor que nos movem!
Sim,
Se por amor não adoramos prescindir da nossa liberdade,
Então é porque não amamos,
Já dizia Camões: ".. é um estar-se preso por vontade.."
Para que quero eu a minha liberdade..
Senão puder respirar..
Senão puder falar,
Senão puder amar..
Senão puder viver!
Para que quero eu a liberdade,
senão posso estar perto dos que amo e que me amam!
Dos que se interessam por saber como eu estou,
Dos que querem fazer parte da minha vida..
Há liberdades que não me interessam para nada!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!