sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Morreste-me!


Fazes-me tanta falta..

Um bocadinho de mim foi contigo!
Quero muito acreditar que agora és luz,
que te libertaste dos limites físicos a que a matéria corpórea nos obriga,
e que agora voas livre como um pensamento!
Gostei muito de ter sido tua filha e vou recordar-te sempre com muita saudade!
Se puderes continua a olhar por mim!
("meu bebé")!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!