quinta-feira, 21 de abril de 2011

Páscoa

Ouvi hoje alguém queixar-se de que Páscoa assim não tem graça,
Não poder comprar o folar e a fogaça..
amêndoas para todos os gostos,
ovos de chocolate (p´ras carências e desgostos)!
N'outros tempos, mesa farta: ninhos d'ovos e cordeiro:
agora.. só pão do padeiro!

Olha-se agora de soslaio para quem muito compra na mesma,
apesar de toda a crise, neste tempo de Quaresma.
- Como é possível que o façam - dizem - de onde virá o dinheiro?,
E, nós a passarmos fome:
agora.. só pão do padeiro!

Mas, será a Páscoa isto?
Onde ficou esquecido, Cristo?


Hoje é o dia em que Jesus ceou com os seus apóstolos..
Repartiu entre todos o pão e o vinho, pela última vez,
pedindo-lhes que mantivessem esta união sagrada,
que passassem a mensagem de que o amor é o caminho,
de que a verdade é o verbo divino,
e que devemos amar e não matar!


Lavou-lhes os pés em sinal de humildade,
perdoou a Judas o que ele ainda não tinha feito,
e preparou-se para perder, sem contestar,
a vida!

Talvez que entre o saborear de uma amêndoa e de outra,
pudéssemos pensar um bocadinho nestas cenas,
transpondo-as para as nossas vidas!

Boa Páscoa!

PS. Não me esqueci de rezar no dia de hoje, as orações que me ensinaste, Pai!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!