terça-feira, 14 de junho de 2011

Depressão

Um psicólogo a propósito de Sarah Ferguson:

"Quando cometemos erros, aqueles que gostam de nós chegam-se à frente para cuidar de nós. Somos recompensados com a sua atenção. E qualquer atenção é melhor do que nenhuma atenção!."


Esta frase tem muito que se lhe diga - tem muito de perigoso em si mesma.. mas, infelizmente, julgo que todos os deprimidos a poderíam subscrever de alguma forma, em algum momento..

2 comentários:

  1. gostaria, de andar de mãos dadas em silencio, numa praia deserta, colhendo as primeiras estrelas...deitar numa areia macia, como uma concha em braçosconfiaveis, e dormir um pouquinho...nem precisaria palavras... bastaria.

    ResponderEliminar
  2. Cheguei aqui por acaso...
    O que me despertou neste post não foi a frase propriamente dita, mas antes o teu comentário.
    O "perigoso" a que te referes, talvez esteja contido neste poema:


    Enquanto, das palavras,
    o grito e o silêncio se dissolvem
    numa fogueira ateada por achas de inquietude,
    os teus gestos, do beco para onde
    há mil resignações te empurram, são inaudíveis.
    .
    E eu já não sei
    se és a voz de um rio sem água
    nas margens da garganta,
    se alguém que se dobra para colher
    uma flor que não existe.

    Enquanto a noite, madrasta, prospera
    na sombra que alumia a tua alma diurna,
    e ela se tortura numa reza de tristezas madraças,
    são invisíveis, nos teus olhos,
    as centelhas que florescem no amanho do futuro.

    E eu já não sei
    se és a agonia amordaçada
    pelo tirano calar do prazer,
    se a alegria de asceta disfarçada
    na luxúria do prazer desse calar.


    Nilson Barcelli © Junho 2009


    Gostei do teu blog.
    Beijos.

    ResponderEliminar

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!