sábado, 18 de agosto de 2012

Blasfémia

(Sebastian Errazuriz) Prosaicos e blasfemos comentários.. ouvem-se a cada esquina!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Descrença

Descrença pródiga, inaudita e vitoriosa, que asfixia os sonhos da nossa vida! Que a fé não nos abandone.. e que a ignomínia não nos persiga!

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Simbiose psicológica

Dizem que pode acontecer entre irmãos.. gémeos, conseguirem comunicar sem recurso à voz ou a gestos.. acontece conseguir-se ouvir os pensamentos do outro! Poderá acontecer iguamente.. entre o que comumentemente se chama de "almas gémeas"? Haverá estudos credíveis nesta área? encontraremos nós explicações, um dia, para todas as nossas dúvidas? Esclarecer-se-á perante os nossos sentidos, os segredos do universo?

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Paraíso

"Engraçado" como as pessoas olham para o nosso planeta, sem se darem conta de que o paraíso está à nossa volta.. Somos Adãos e Evas a quem tudo foi legado: Um mundo perfeitamente equilibrado, em ciclos de beleza concêntricos, em harmonia interligados até ao infinito de nós mesmos; É espantoso como três ou quatro elementos simples, podem, em combinações multifacetadas, fazer surgir tanta beleza, sendo que nessa complexidade criada, nunca haja comprometimento da homogeneidade..., do princípio, isto, apesar da heterogeneidade....., do fim.

sábado, 11 de agosto de 2012

Poema conjunto..

Já descalços vão meus pés, na caminhada da vida..

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Queimada

O que se passa.. é que, na maior parte das vezes, esquecemo-nos que o sol não é só: reconfortante e energizante e calmante; mas ele também nos queima, senão estivermos atentos.. Infelizmente! - bom seria se pudéssemos, na sua presença, sentirmo-nos protegidos, confiantes e felizes, sem termos necessidade de defesas..

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Hoje...

Hoje.. o vento deu uma sopradela nas nuvens.. e foi o suficiente para aparecer o sol!

Poesia viva

Uma Imensidão de poetas mortos, dão-nos todos os dias o mote para a poesia ... viva!

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Fado

Cava-se o fosso, separam-se as águas da cumplicidade, e não sobra pedra sobre pedra! A guitarra chora notas pungentes.. e eu choro com ela!

domingo, 5 de agosto de 2012

Insanidade vital

Em mim, é comum brotarem ideias em catadupa, raiando, por vezes a insanidade.. Tantas são que se torna complicado separá-las e organizá-las.. lapidá-las e moldá-las.. Mas, eliminado o que não "tem pernas para andar", fica o que poderia vingar, e são já muitos os projectos que aguardam por melhores dias.. nas gavetas da escrivaninha! E, com eles, aguardo eu..., pelo vil metal, que os vai tornar realidade! Ou pelo menos que vai ocupar esta mente tão pensativa e ansiosa!

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Não sou eu.. mas,

O Pensador, Rodin ... Público e notório, descrente e insatisfeito, e, contra a minha permissão, meu EGO cogita.. e vai, gradualmente... habitando as profundezas da dúvida!

Vazio

Atualmente.. Há uma falta de paciência em mim, para coisas sérias... Quase que luto para não me concentrar, em notícias complicadas, que me obriguem a gerir emoções, Nada! - Prefiro o vazio de pensamentos; Neste momento.. pensar, é complicar!

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

E.. foram felizes para sempre!

E.. foram felizes para sempre! Lembro-me tão bem desta frase.. :) Ouvia-se tanto na minha mocidade.. Não sei se alguma vez duvidei que assim fosse, na minha mocidade.. Histórias de encantar, cheias de trevas e lugares obscuros.. muito sofrimento e tristeza.. mas no fim.. tudo acabava em bem! E, foram felizes para sempre! Que alívio.. Já podíamos descansar, porque já nada de mal poderia acontecer, os bons têm sempre que vencer,qual é a dúvida? Mas.., a minha mocidade passou.., o espelho já mo disse muitas vezes.. e a eterna felicidade perdeu-se.. algures..

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!