sábado, 18 de maio de 2013

Pé, ante pé

Pé, ante pé,
Sorrateiramente,
A medo....
Espreito para dentro de mim:
Coração e cérebro debatem:
O coração, rubro de paixão, indaga:
"Porque continuas tu, oh cérebro a ignorar o que eu sinto !?"
E o cérebro, cheio de razão, responde:
"E tu, velho coração, quando terás tu juízo?"



3 comentários:

  1. Cérebro e coração nunca formaram um par perfeito... rsrsrs
    Há sempre uma certa questiúncula pelo meio do caminho...
    Abraços

    ResponderEliminar

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!