quinta-feira, 11 de março de 2010

2012


(Pintura surrealista de Vladimir Kush)

Dizem que o fim está próximo..
E eu, indiferente a tudo, continuo a escrever como se nada fosse;
continuo a pensar no amanhã e nas tarefas que me esperam;
continuo a sonhar com o futuro.. e, faço planos!
É que..
Não nos podemos esquecer,vem de trás o conhecimento,
que morte não significa fim, mas sim renascimento!
Tal como a semente morre na terra e lá permanece adormecida até brotar,
há-de chegar o dia em que acordaremos,
renasceremos do útero da terra-mãe e seremos novamente nós!
E se nós somos assim, e a Terra também o tem sido,
porque,
Há morte a cada Inverno que se finda mas aparece sempre uma Primavera renascida..
Também o nosso Planeta um dia, adormecerá por mais tempo,
do que o normal período de uma estação,
demorará certamente o tempo certo (uma gestação),
para se auto-regenerar, renascendo das cinzas,
e, certamente que,
noutro tempo, noutro lugar, noutra dimensão..
o coração da Terra voltará a pulsar e o nosso também!

3 comentários:

  1. Olá Obrigado pela visita ao meu blog e por estar me seguindo. Gostei muito de seus textos. Também te sigo.
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. A morte se assemelha ao sono, então devemos pensar que acordamos dela.Renascemos a cada acordar com a mesma certeza e o mesmo vago quanto à sobrevivência da alma.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. Haja fé.....Obrigado nova amiga
    pela sua visita.
    Voltarei
    Beijo

    ResponderEliminar

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!