domingo, 7 de agosto de 2011

A monte


Processos inversos,
Procuras infindas!

1 comentário:

  1. Um buscar incessante
    Desagrado constante
    Ao se encerrar a procura
    Nota-se que em si possuía a cura!

    Beijos

    ResponderEliminar

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!