domingo, 11 de dezembro de 2011

Há tanto.., para além de mim!


Para além de mim.. há tanto..
que o pranto que por mim escorre,
não absorve as mágoas,
não revolve as fráguas,
nem liberta a mente,
da dor pungente!

7 comentários:

  1. Parece que há momentos em que não há nada que apazigue o nosso desânimo.

    Um texto lindo e pungente.

    ResponderEliminar
  2. Que o pranto estanque e o seu Natal seja só de amor, alegrias e paz. Que o Ano Novo nasça renovando a fé, a disposição e os sonhos e as realizações sejam constantes em 2012.

    Um enorme beijo e meu muito obrigada pelas vezes que sua palavra foi para mim um alento, uma alegria e um incentivo.

    Que haja luz em seus caminhos.

    ResponderEliminar
  3. Há tanto, na verdade.... E o "pouco" que é tanto, importa muito mais a ti própria, que é com esse "pouco" que te sentes grande e segura de ti...
    Com mágoas e pranto, também com alegrias e aplausos, nem sempre "as coisas" são como desejamos que sejam... mas são sempre o resultados de buscas e tentativas, de momentos vividos e descobertas que nos presenteia o dia-a-dia.
    Um ano é sempre um período que decorre.
    Que este outro seja para ti o resultado de um desejo... ou muitos...

    ResponderEliminar
  4. *
    Amig
    visito-te com amizade,
    carinho e respeito !
    ,
    Gostei do Post, parabéns ! !
    ,
    retornei e o meu regresso
    tem as asas da boa vaga
    esquecendo a onda amarga
    tão triste no seu quebrar,
    porém, é belo o seu trovar,
    ecos fortes e salgados,
    de Paz , “standarizada” !
    Paz nos meus votos sagrados,
    que aqui deixo, bem expresso !
    ,
    conchinhas, muitas, para ti !
    *

    ResponderEliminar

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!