quarta-feira, 6 de abril de 2011

Sem alma?

E tu minha alma onde estás?
O que pensas? O que esperas?
Habituei-me tanto a sondar a alma alheia,
qual psicóloga de serviço..
que me esqueci que também tenho alma..
e, que pouco ou nada sei dela..
ou pelo menos.. tinha!
Será que já não tenho alma?
Será que ela me abandonou e eu nem dei conta disso?

1 comentário:

  1. Pensamentos poéticos que nos fazem ir até mais além onde o sonho se liga com a alma e ambos caminham se procurando...

    ResponderEliminar

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!