terça-feira, 10 de maio de 2011

Fragmentos


Chegamos a um ponto nas nossas vidas,
em que já só nós próprios conseguimos ver
algo de positivo em nós!
Mas..
E, quando já nem nós próprios conseguimos ver..?
Agarramo-nos a momentos em que fomos,
como se esses momentos, que já foram,
ainda fossem.
Como se esse tempo que congelámos em nós,
fosse a única ranhura na rocha,
à qual nos podemos agarrar,
capaz de suster a nossa queda,
no vazio de nós mesmos!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar como bem entender!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!