sábado, 20 de agosto de 2016


Pintura de Anouk Lacasse   -  Flores -



Seguir a trilha,
não perder o rumo..
manter o ritmo..

pum..,pum..pum..
Sair do trilho e vaguear pela floresta
rumar a sul.. e a norte.. e a leste e oeste...

pum...pum..pum..
tocar na banda e
rir às gargalhadas, 
deixando-se levar ao sabor do vento!

Acordei...

Estava a sonhar...

O despertador tocou e é hora de ..
Seguir a trilha,sem perder o rumo..
e manter o ritmo. É fundamental!

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Duas caras


Não gosto de conhecer pessoas sem escrúpulos!
Que não medem meios, para atingir os seus fins!
Que passam por cima de quem quer que seja,
Mesmo de pessoas que lhes deram a mão!!

Pois é..
Mas, esta gente, também não vai longe..
Porque, embora não se apercebam disso,
Não há quem não veja tudo claramente!!




sábado, 3 de outubro de 2015

Esperança



Olha....
Já se faz tarde,

E eu ainda não vi nada,
Não senti nada..
Não disse nada, nem ouvi nada..
Não toquei em nada..
Não aproveitei nada,
Não vivi nada mesmo!

Se eu acordar agora...
Será que ainda dá tempo?


segunda-feira, 28 de setembro de 2015





Não digas nada....por favor..
Eu já sei tudo..
Já vi tudo..
Esquece.. por favor..
Não devia acontecer..
Mas o que queres?
Eu também não sei porque acontece..
Eu esforço-me mesmo!
Mas, vira e mexe, acontece!
Parecia página virada mas..
Basta um pormenor..
E tudo volta..
Esquece.. por favor
Não digas nada...

Às vezes


Às vezes o coração dói!

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Pena

     Tenho pena...

                  

                    de não ter sido possível...

                    de não ter arriscado mais..

                    de não ter percebido mais cedo..

                    de não ter levado a cabo..

                    de não ter optado..

                    de não ter feito..
...
                    de não ter sido EU!


domingo, 19 de outubro de 2014

Silêncio...

Sou um jardim em silêncio,
que se encontra com tua alma.
O arco pálido e gracioso
de uma lua minguante se inclina,
revelando nossas identidades...
apenas para as flores!
(Jun Kai)

sábado, 18 de outubro de 2014

Pedaços

Pedaços de mim,
ganham vida..
E, soltam-se...:....

Os meus pensamentos, vivos!

Estranhas sensações..
Promiscuidades à parte.
Pensamos estar "a salvo"
Dentro do nosso mundinho..
E, derrepente..
Somos expostos!
Os nossos pensamentos,
extravassam fronteiras,
ganham asas e,
deixam de nos pertencer!

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Tempestade

Abro a janela de par em par
E enfrento destemidamente
Os elementos.
Sansão contra Golias..
Luta de Titãs!

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Gosto amargo na boca

Às vezes abate-se sobre nós um cansaço..
Gosto de virar página..
De sair da rotina..
De apanhar avião..
De soltar amarras..
De desmanchar o puzzle...
De partir a louça e iniciar projetos .novos...
De...

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Sentimentos


Há tantos sentimentos em nós..
Profundos e cheios de emoção:
Um simples som de voz..
Uma imagem, uma música, 
Um lugar, um por-do-sol,
Um amanhecer, 
Uma flor que desabrocha  cheia de gotinhas  de orvalho,
Um canto de pássaro,
Um vento suão,
A chuva intensa,
O mar azul..
Tudo reflete.., 
Tudo espelha esse sentimento.
Mas, a realidade é dura,
E trás a razão de volta, quebrando o encanto e deixando um aperto na garganta e no coração,
E a lágrima, livre, em fim, cai,
E tudo se esfuma!

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Espelho

Vivemos várias vidas em simultâneo
: medíocres na vida real e de sonho no interior das nossas mentes...

sábado, 2 de agosto de 2014

Imagination

A imaginação cria-nos um universo paralelo sem limites onde o impossível não existe e a felicidade é um dado adquirido.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Preguiça

Preguiça de escrever..
ultimamente..
De pensar, não,
Só de escrever!
Então, lê os meus pensamentos!
... mais fácil assim!

terça-feira, 10 de junho de 2014

Verdade

É fácil auto-intitular-se o dono da verdade.
Mas, cada um tem a sua perspectiva do cenário..
E, como tal, não pode haver uma verdade só...

domingo, 6 de abril de 2014

Magoar a quem gostamos

Magoar a quem gostamos, é magoarmo-nos a nós próprios, a triplicar!

Sobretudo quando não nos é possível dizer de nossa justiça...

Sobretudo quando não podemos pegar na mão e chorar em conjunto;


sábado, 23 de novembro de 2013

Sem os teus olhos


Faltou um som...
(Aquela palavra animadora, singela.
Cúmplice).
Já que olhar não houve...
Aquele profundo, que diz tudo,
Que anima e envolve,
Que aquece e alimenta a alma,
Fim de semana afora..

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Águas divididas

Que mundo é este que tanto nos assusta...
Que nos faz guardar a nossa intimidade a sete chaves..
Que nos afasta...
Que nos sitia..
Que nos torna ilhas, no meio deste oceano de incertezas... ?

domingo, 10 de novembro de 2013

À Espera de um Boom maior

Sinto que vivo um tempo em que se preparam grandes alterações no mundo. Mas, sem participaçao direta, tudo se resume a uma enorme frustração. O século XIX foi um prodígio de revelações em tantas áreas..., deve ter sido fantástico experienciar a eletricidade, o automóvel, o telefone, tantos eletrodomésticos pela primeira vez - a vida das pessoas mudou radicalmente.. Este século XXI parece preso entre paredes e nós aqui dentro dele, sabendo, qual Júlio Verde, que mudanças incríveis estão quase a chegar, que nos deixarão espantados, que criarão janelas de oportunidade para todos mas.. nada a obteve de interesse, nada muda, nada se altera nesta monotonia gasta que se arrasta, indelével, sem assinatura. Será que não estarei já cá quando a roda der novamente uma volta? 

sábado, 9 de novembro de 2013

Útero Eterno

Era uma bolha, a esfera protetora em que nasceu, cresceu e foi vivendo. Uma bolha fechada com o mundo exterior. A sua origem,ninguem sabe, e se é boa ou má também não. Por instinto, qualquer ser tenta libertar-se, está no seu ADN, mas depois de mil e uma tentativas falhadas, as diferenças entre o que é certo ou errado começam a ser mais ténues e a tentativa de raciocinar por conta própria e discernir, uma perda de tempo. Comer e sobreviver, passam a ser tudo o que interessa, especialmente quando se descobre que fazer ondas, tira a paz e abre feridas permanentes. Tudo se aprende. A paz, o sossego e o silêncio são afinal possíveis; basta abdicar de si e dos seus pensamentos e desejos, que afinal de contas, nem são assim tão importantes. Nessa fase o ser, está quase a deixar de ser.. e, um belo dia, a grande descoberta chega ao consciente limitado com uma forma positiva, e a conclusão está lá, é imediata, a bolha é o universo, e tudo o que está para além dela, já não interessa mais!

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Sopro de Lispector

Minúsculo é o tempo que vivemos de verdade - pensamento recorrente..
Mas o tempo não existe..
E a verdade também não..
Então ?
Que fazer, que pensar ?
Dramatizar?
Relativizar ?
Ou criar eternidade a cada sopro de vida ?

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Sentidos


 
Os sentidos, destituídos de sentido, procuram sentido no que os rodeia!

sábado, 18 de maio de 2013

Pé, ante pé

Pé, ante pé,
Sorrateiramente,
A medo....
Espreito para dentro de mim:
Coração e cérebro debatem:
O coração, rubro de paixão, indaga:
"Porque continuas tu, oh cérebro a ignorar o que eu sinto !?"
E o cérebro, cheio de razão, responde:
"E tu, velho coração, quando terás tu juízo?"



Voa..

Ultimamente.. sobra o tempo, sobra a vida, e o pensamento aproveita e.. VOA!

Selinho oferecido pela Verinha

Selinho oferecido pela Verinha
a quem eu muito agradeço!